Congresso organizado pela Casa do Marquês “doa” 870 refeições à Refood

A organização em Lisboa do congresso anual de uma grande consultora internacional permitiu à Casa do Marquês doar 870 refeições à Refood, que as distribuiu posteriormente por 342 famílias carenciadas da região de Lisboa.

Quatro dias de congresso, mais de 1 000 pessoas por dia, cerca de 7 mil refeições no total. Eis os números impressionantes do congresso anual que uma importante consultora multinacional realizou no mês de Novembro, no Centro Cultural de Belém.

Ao longo dos quatro dias no CCB, a Casa do Marquês serviu quase três mil quilos de peixe, oito toneladas de vegetais e cinco toneladas de fruta. Foram ainda servidos 414 litros de smoothies, 15 800 garrafas de bebidas e 1 815 litros de cafés.

Com organização da Casa do Marquês, que assegurou produção, decoração dos espaços, catering e serviço, o evento permitiu alimentar 342 famílias carenciadas da cidade de Lisboa, ao abrigo de uma parceria com a Refood, que no final de cada dia do congresso recolheu vários quilos de sobras alimentares.

“O nosso princípio é evitar que a comida produzida em excesso vá para o lixo. Por isso, recolhemo-la, transportamo-la e doamo-la a famílias carenciadas. Nesse aspecto, a Casa do Marquês é o nosso parceiro privilegiado, e tal voltou a acontecer neste congresso do CCB”, afirma Rui Fragoso, do Núcleo Nacional da Refood.

Este responsável, que colabora com a Refood há quase seis anos, reforça que “é através de parceiros como a Casa do Marquês que é possível chegar a cada mais famílias”.

Com cerca de sete mil voluntários distribuídos por 53 núcleos no pais, a Refood dá apoio a 4 700 famílias carenciadas e distribui cerca de 220 mil refeições mensalmente a nível nacional, contando com o contributo de 1 980 parceiros.

O CEO da Casa do Marquês destaca a importância desta parceria com a Refood, “que dura há já vários anos e que tem sido um enorme sucesso”, permitindo “contribuir para levar um pouco de conforto a quem mais precisa”.

“A solidariedade faz parte do ADN da Casa do Marquês há 30 anos. Trabalhamos com muitas toneladas de alimentos e é natural que, por mais racional que seja a gestão operacional, haja sempre sobras alimentares. Esta parceria com a Refood permite-nos canalizar para quem mais precisa comida de qualidade, confecionada segundo os mais exigentes padrões”, afirma Miguel Seijo y Seijo.

Quer marcar a diferença?
Está na hora de preparar o seu grande evento, permita-nos ajudá-lo a concretizá-lo!