Casa do Marquês e Cruz Vermelha Portuguesa assinam acordo

A empresa líder de mercado na área de catering e produção de eventos vai ter a gestão exclusiva do Palácio dos Conde d’ Óbidos, nas Janelas Verdes, em Lisboa.

A Casa do Marques e a Cruz Vermelha Portuguesa assinaram no início deste mês um acordo válido por dez anos que prevê a gestão exclusiva dos espaços para eventos do Palácio dos Condes d’ Óbidos, situado numa das zonas mais centrais e emblemáticas de Lisboa.

O Palácio, um imóvel do século XVII, adquirido em 1919 pela Cruz Vermelha Portuguesa, dispõe de vários salões para a realização de casamentos, batizados, cocktails, exposições, jantares de gala, lançamentos de produtos, seminários e outros eventos de caráter social, cultural ou empresarial.

Este novo espaço, que se junta ao portfólio exclusivo da Casa do Marques, conta com cinco salas, com capacidade para entre 40 e 200 pessoas e um terraço com uma vista deslumbrante para o rio Tejo que pode receber até 200 pessoas para jantar e 350 para cocktails.

“Este é mais um passo no crescimento sustentado da Casa do Marquês, que este ano comemora o seu 30º aniversário. Estamos muito satisfeitos por termos fechado este acordo com uma entidade tão prestigiada como a Cruz Vermelha Portuguesa. É sempre um orgulho saber que somos escolhidos pela qualidade da nossa oferta, pela inovação dos nossos serviços e pela confiança no nosso percurso. Mas é também mais uma responsabilidade, que nos obriga a mantermos o foco na qualidade e na satisfação dos nossos clientes e parceiros”, afirma Miguel Seijo y Seijo, CEO do grupo Casa do Marquês.

Para o responsável da empresa, esta parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa “vai permitir acrescentar ao portfólio de salas, que já era muito diversificado e de grande qualidade, mais um espaço: o imponente Palácio dos Conde d’ Óbidos, um edifício lindíssimo e de grande centralidade com quatro séculos de história e uma vista deslumbrante para o rio Tejo".

Para a Cruz Vermelha Portuguesa, a parceria com a Casa do Marquês é importante e oportuna para a rentabilização do aluguer para eventos a realizar nos salões nobres do palácio. A fonte de receita que representa é uma das formas de financiar a missão humanitária da Instituição. A excelência do serviço da Casa do Marquês associada ao prestígio das nossas actividades humanitárias, são sinal e garantia de uma relação de cooperação de sucesso.

Quer marcar a diferença?
Está na hora de preparar o seu grade evento, permita-nos ajudá-lo a concretizá-lo!